Imprimir

Mobilização em defesa dos Institutos Federais: convite à comunidade

Mobilização em defesa dos Institutos Federais: convite à comunidade

Nesta segunda-feira, 13/05, a Rede Federal de Ensino Profissional e Tecnológico, em todo o Brasil, fará um Abraço Simbólico ao redor de seus campi e reitorias. O IF SUDESTE MG – Campus São João del-Rei adere ao ato e convida sua comunidade acadêmica e a sociedade civil para se mobilizar às 20:30h, no Campus.

Mais de 50% dos municípios brasileiros são direta ou indiretamente atendidos pelos 647 campi, além dos nove polos de inovação, implantados em 568 cidades. O bloqueio de 30% do orçamento das instituições federais de ensino – aproximadamente R$ 900 milhões – representa de 37% a 42% dos recursos de custeio previstos para o funcionamento das unidades no país.

Saiba mais (Fonte: CONIF)

Levantamentos do CONIF (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica) mostram que estão em andamento mais de 11 mil projetos de pesquisa e 6 mil projetos de extensão tecnológica nestas instituições. Já a Plataforma Nilo ­Peçanha (PNP), ambiente virtual que reúne estatísticas oficiais da Rede Federal, registra cerca de um milhão de matrículas e uma relação de 23,7 alunos por professor, ultrapassando a meta prevista no Plano Nacional de Educação (PNE). Em 2018 foram 182.671 discentes concluintes, segundo a Nilo Peçanha.

O CONIF ainda traz dados como o destaque na principal avaliação da educação básica do mundo: o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA), realizado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Resultados da edição mais recente, de 2015, indicam que, se fosse um país, a Rede Federal estaria entre os primeiros colocados nas áreas analisadas. Em Leitura, ficaria na segunda posição entre os 71 países e territórios avaliados, ficando atrás apenas de Singapura. Em ciências, a pontuação seria suficiente para conquistar o 11º lugar, à frente da Coreia do Sul, Estados Unidos e Alemanha. Em matemática, a nota ultrapassou a média geral do Brasil.